« HE:labs
HE:labs

Todo sisteminha começa pequenininho

Postado por Eduardo Fiorezi em 23/01/2013

Recentemente em uma conversa informal, uma possível cliente gostaria de saber quanto tempo nossa equipe precisava para desenvolver um "sisteminha", com algumas features que ela já havia pesquisado em sistemas similares ao dela.

Com uma folha A4 em mãos, ela nos mostrou todas funcionalidades descritas em uma lista:

  • Página de álbum de fotos
  • Página de vídeos
  • Login com Facebook
  • etc...

Ela me explicou todas funcionalidades e disse que aquela proposta foi orçada por 2 empresas, uma prometeu o sistema em 3 meses e a outra empresa disse que desenvolveria em 12 meses.

Quem trabalha com desenvolvimento de software, sabe que este tipo de situação é normal, porque cada equipe, cada empresa entende e vende o desenvolvimento de software da sua maneira. Provavelmente essa empresa que estipulou 12 meses deixou uma pequena “folga” para não errar.

A partir disso, tentei mudar a conversa para que ela pudesse entender como funciona o desenvolvimento ágil e como os projetos são desenvolvidos na HE:labs.

O primeiro passo é faze-la entender que o desenvolvimento de qualquer sistema é complexo e começa com pequenos passos de bebê. O Facebook não começou grande como é hoje, começou com 1 desenvolvedor e muita persistência de algumas poucas pessoas que acreditavam na idéia.

Dei um outro pequeno exemplo, explicando que a "página de álbuns" que ela gostaria de ter, poderia demorar 2 semanas ou 6 meses para fazer, tudo vai depender da complexidade deste álbum. O Instagram é um aplicativo com mais de 2 anos e que só trabalha com fotos.

Explicando esses pontos, conseguimos fazê-la pensar que ciclos semanais de desenvolvimento poderia ser interessante para o projeto, pois nesse caso é possível evoluir o sistema com um feedback semanal e a cada início de semana decidir os próximos passos conforme a avaliação do negócio ou idéia dos usuários.

Na maioria dos casos, os clientes não sabem que é muito mais interessante desenvolver o software com releases curtos de entrega, então a reação é sempre de surpresa quando se depara com este tipo de conversa, a maioria das pessoas nunca pensou em desenvolver sistemas desta maneira.

O que seria mais interessante para esse cliente? Esperar 12 meses para ver o resultado de uma idéia ou a cada semana ver uma pequena parte do sistema sendo desenlvolvido, participando das decisões da equipe e podendo corrigir o curso do sistema caso alguma funcionalidade não seja tão interessante?

Twitter @eduardofiorezi

Compartilhe

Sabia que nosso blog agora está no Medium? Confira Aqui!